07
Jul 10
Quando esbarrei contigo, não me apercebi, até cair,
Que o pavimento podia ser tão ingrato,
E que tu estenderias sem demora o teu braço.
No entanto, a acção não cria o facto.
É por vezes bem contrária a ele, como foi
E como será sempre contigo: nunca nada corresponde ao facto.
A menos que ele, de facto, seja factual.
E que tu, num masoquismo doentio, gostes que eu pense
Que o facto nada tem a ver com o teu membro superior
Antigamente oblíquo na minha direcção.
Tudo bem, já conheci muita gente que busca o utópico
Nunca conhecera ninguém que pura e simplesmente
Nega toda e qualquer felicidade, para não deixar de ser o que é -
Ou algo do género…
Mas que digo eu? Afinal, não é esta também uma das condicionantes
Que afecta o Ulisses, não se conseguindo desprender do seu tremendo
Ego heróico?
Mas o que de heróico tem ser ninguém?
O que tem de heróico descobrir factos antes dos outros?
O que tem de heróico ganhar batalhas que de nada servem senão para a História?
O conceito de herói está vago, quando Ulisses fez tudo isto com a saudade na alma.
publicado por misunderstood-ninja às 11:16

02
Jul 10

These dark times, when at least I had some answers, though not as much as I wanted.
Oh, how I'd like to go back...
publicado por misunderstood-ninja às 10:07

Que querem que eu faça, sei eu bem
Não significa porém, que possa.
E não acho que faça mais sentido fazê-lo.
O que faz sentido é não querer saber de mais nada,
E revolucionar tudo o que é meu, esquecer convenções -
Apenas continuar e fazer o que tenho de fazer e o que não tiver,
Fazer, dizer porque me apetece e porque gosto.
O moralmente correcto e aceitável começa a ficar chato
E a pior coisa que me pode acontecer é arrepender-me por não fazer
Aquilo que queria fazer, dizer porque me apetecia e porque gostava.
publicado por misunderstood-ninja às 08:07

29
Jun 10
Se me disseres para ir, desaparecerei
Diz-me que não me queres ver novamente,
Quero ouvir tais palavras, e assim garantirei
Que a mágoa me manterá lúcida firmemente.

Se quiseres o meu choro, eu diria: desiste.
Faço tudo terrestre, mas nesses momentos
Pareço doutro mundo, por isso insiste
Quero-te ver a chamar meus tormentos.

Se assim for, posso desatar às gargalhadas,
Rir-me em agonia, electrificada.
Espero que o faças, sem ti não sou nada
Sem mim, algo fica por fazer, espero que te lembres.
publicado por misunderstood-ninja às 17:04

28
Jun 10
 
 
 I really am sorry about all of this
publicado por misunderstood-ninja às 06:38

pesquisar
 
mais sobre mim
pesquisar
 
mais sobre mim