26
Jun 10
Quando ele quis virar-se para trás,
Algo no seu corpo o impediu,
Viu-te na sua mente e fugiu
Correndo, com medo do que partiu.

Perante histórias destas, lágrimas deitam -
"Ridículo" não é a palavra, mas muito menos o é "digno"
E assim, depois de eu não me ter virado,
Tu começas um ciclo que não tem fim,
Ou não teve, mas terá,
Já que nada concreto de ti há em mim.

E nada é o significado de uma nova interacção
E será sempre, porque tudo passa,
E se pensas que és imune porque tudo parece
"Oh! Tão perfeito!"... desengana-te.

A definição de mundo tem efemeridade lá no meio,
E o ser humano (bem como tudo o que o envolve)
É o épito do efémero - podendo ser essa a razão de nos acharmos como o centro.
publicado por misunderstood-ninja às 09:41

pesquisar
 
mais sobre mim
Analysis
Visitors
free counters
Cc
[img]http://transcriptions.english.ucsb.edu/archive/topics/infoart/chanel/coco-chanel2.gif[/img]
Analysis
Visitors
free counters
pesquisar
 
mais sobre mim
Analysis